Reforço de Fundação

Origem
O Reforço de Fundações, assim como as próprias fundações fazem parte dos primórdios da nossa civilização. É utilizado sempre que as fundações tornam - se insuficientes,  o que ocorre quando a estrutura sobrecarrega o solo de apoio apresentando deformações excessivas.

Algumas fontes de Veneza e campanários por exemplo tiveram suas fundações reforçadas na idade média. Grandes projetos de reforço de fundação foram realizados na grande catedral de Winchester na Inglaterra,  que teve um histórico de patologias durante 900 anos,  até que foi sustentado no início do século 20 por mergulhador que instalou o saco de cimento em poços cavados debaixo d’ água,  através de turfa e lodo numa camada de cascalho.

Outro grande exemplo é a Torre de Pisa ficar na vertical,  a torre começou a se inclinar para o  sudeste logo após o início da construção do ano de 1673 devido a uma fundação mal construída em um solo não consolidado,  o que permitiu recalques diferenciais.

Passando somente entre 1991 e 2001 por uma fase de reforço estrutural.No Brasil a técnica teve início há aproximadamente 60 anos e foi se aprimorando,  expandindo e até nos dias atuais  onde são encontradas referências formais.Surgiu a  partir do ano de 1930 com a chegada da empresa Belga Franki , a qual pertencia o nome patente Mega, (que são estacas de concretos cravadas ou prensadas a reação com macacos hidráulicos).

Finalidade                                                                                                                                                                          

O reforço de fundações têm como objetivo aperfeiçoar e aumentar a segurança da fundação original, supostamente deficiente , representando uma intervenção no sistema solo estrutura da fundação .

Características da Estaca Mega(Reação)
• Possibilidade de substituição das fundações existentes simultâneas ao uso da edificação.
• Acréscimo da capacidade suporte das fundações existentes.
• Modificação parcial de fundações existentes em virtude de uma eventual deficiência localizada (recalques diferenciais).
• Execução em locais pequenos e de difícil acesso a pessoas e equipamentos.    
•  Isenção de vibrações durante a cravação, reduzindo os riscos de uma eventual instabilidade que por ventura venha a ocorrer,    devido à precariedade   de fundações existentes.
• Aumento imediato da segurança da obra após a cravação sucessiva de cada estaca Mega.

Necessidade
De modo geral o reforço de fundações, é necessário nos casos em que as fundações existentes se tornam inadequadas para o suporte das cargas atuantes ou ainda quando ocorre um aumento no carregamento dessas cargas e este novo valor não consegue ser absorvido.Para uma visão e análise do problema e sua solução na prática,  é necessário  uma análise visual simples das trincas ou fissuras nas paredes e suas inclinações e dimensões, com  profissionais especializados.

0800.118023
(14) 3281-4900  / (14)3281-4499 | contato@engfundep.com.br
Rua Joaquim de Michelli nº 3-95 Parque Fortaleza - Bauru/SP